Sigilo de Informações em Condomínios – Dicas de Segurança

O colaborador que atua na atividade de segurança do condomínio tem acesso a uma série de informações que devem ser protegidas pelos mantos da confidencialidade e sigilo para a segurança dele e dos moradores.
Muitas vezes o colaborador não foi orientado e preparado para proteger essas informações. Ele sabe que certas informações não podem ser fornecidas a pessoas de fora, porém o tema nunca foi discutido no treinamento e não existe procedimento, fazendo com que ele não tenha perfeita noção do que é uma informação confidencial.

Essas são as informações que precisam ser protegidas:

 

  • Rotina dos moradores, dependentes e colaboradores. Isso engloba horários, quem frequenta a unidade e viagens.
  • Endereço (número do apartamento) e formas de contato. As vezes um morador liga pra portaria e solicita o contato de outro, por constrangimento o porteiro ou zelador acaba passando a informação. Oriente seus colaboradores a dizerem “por questão de segurança e confidencialidade da informação, eu não posso lhe dar essa informação, mas entrarei em contato com o morador e passarei sua solicitação.
  • Serviços realizados no prédio. Mantenha confidencial os tipos de serviços, a forma com que são realizados e horários de descanso e refeição dos trabalhadores.
  • Equipamentos e localização. Os funcionários não devem passar para terceiros informações como quantidade de câmeras instaladas, sensores, entre outros.
  • Fatos e ocorrências do condomínio. Quando o funcionário for indagado sobre uma ocorrência, ele deve responder que somente o superior dele pode discutir os fatos.
  • Imagens do CFTV (Circuito Fechado de Televisão). A gravação e visualização das devem ser primeiro autorizadas pelo síndico, e principalmente em concordância com as leis e regras do condomínio.
  • Mensagens eletrônicas relacionadas ao serviço devem ser mantidas em sigilo pois podem conter informações que revelam a estrutura e operação da segurança.
  • Remetente e destinatário de correspondência. A lei prevê sanção a quem os revela.

A melhor forma de manter o compromisso com a segurança das informações, é implementar um termo de confidencialidade e sigilo de informação a ser assinado pelos colaboradores.

Fonte: Vlauder Robson – Especialista em Segurança de Condomínios.

Comentários reservados neste post.