Trabalho na maturidade: a opção de ser síndico profissional

A profissão é a mais buscada pelo público 50+ e tem cursos de curta e longa duração.

Essa nova opção de trabalho surgiu há poucos anos para substituir a figura do síndico morador voluntário, por um profissional especializado e remunerado. A profissão ainda não é regulamentada, mas já há procura no mercado por esse novo prestador de serviço.

Maurício Marchió, especialista em assessoria condominial da empresa M&A Síndicos, de São Paulo, destaca que cada vez mais os condomínios estão optando por este profissional. “ É o meio mais seguro de garantir bons serviços, e, em médio prazo, valoriza e beneficia a administração financeira do condomínio, diz Maurício.

Ele complementa afirmando que “a busca por cursos de síndico profissionais vem crescendo a cada ano, e perfil que mais se interessa é o público com mais de 50 anos”.

Para atuar como síndico profissional, Ricardo Karpat, diretor da Gábor RH e colunista no jornal “Folha do Sìndico”, destaca a importância de se ter um curso especializados nessa área. “A profissão ainda não é regulamentada, sendo assim, não existem pré-requisitos legais. Porém, o mercado, exige a formação em cursos especializados de qualidade.”

Existem diversos cursos voltados para a área, e a carga horária varia de acordo com cada opção, por exemplo, “O curso oferecido pela Gábor RH se divide em 3 módulos: Inicial, Avançado e Especialista. Cada um com 30 horas aula, sendo abordado os principais temas para a formação do Síndico Profissional, como: Legislação, Manutenção, Segurança, Departamento Pessoal, Previsão Orçamentaria, Assembleia, liderança, entre outros”, complementa ainda Castro.

Sobre a renumeração, considera-se um profissional bem pago pelo mercado. De acordo com Sérgio Meira de Castro Neto, síndico profissional e diretor de Condomínios do Secovi-Sp (Sindicato da Habitação), a remuneração média desse profissional varia de R$ 2.000 a R$ 3.000 para prédio considerado médio, podendo chegar até R$ 7.000,00 em condomínios com mais apartamentos.

O síndico, seja ele profissional ou voluntário, é o representante legal do condomínio com a responsabilidade de cuidar de todas as questões relacionadas ao condomínio, como financeiro, segurança, limpeza, manutenção, entre outros.

Comentários reservados neste post.